Quando eliminei 20 quilos

Em 05.12.2016  

12383091_1778386599043933_670776709_n-12

Faz um ano, incrível, porque para mim parece bem mais, parece outra vida.

Um ano desde que comecei a reeducação alimentar;

Um ano desde que meu médico me disse que ou eu eliminava 20 quilos ou torceria o pé pela terceira vez e nem mesmo uma cirurgia iria me ajudar.

Pois é, fiz a reeducação alimentar e o inicio foi difícil mas nem tanto quanto pensava;

O processo foi muito bom e divertido até, eu reencontrei o gosto por comer mas de forma saudável …

Comecei a perder…perder não, eliminar peso logo só com a reeducação e nesse tempo fiz pilates por causa da minha coluna o que ajudou bastante dando um novo animo.

Muita coisa melhorou;

O humor, a disposição e quando comecei a ver as roupas largas me senti feliz.

Mas a melhor parte foi ver minha cintura de volta como era antes e até melhor(eu amava minha cintura táaaa) e ver o rosto mais magro? uma alegria que nem da para explicar.

O cardápio da primeira semana era para desintoxicar o corpo e realizar a mudança, depois na segunda semana foi mais light e depois pude comer normalmente mas notei as mudanças;

11909402_1652687128342731_1323730436_n

Na foto: Minha mãe,minha nutricionista a Wall, eu e o prato.

Primeiro que eu mesma quis me testar, saber se era verdade o que diziam sobre refrigerante que “Depois de algumas semanas sem tomar não consegue mais tomar qualquer refrigerante”.

Bem, não foi assim rápido, foi gradativo até que depois de um ou dois meses eu simplesmente perdi o gosto pelo refrigerante, só sinto gosto de açúcar e um açúcar bem do ruim, ficava mesmo enjoada como os outros relatam ou seja, o vicio pela Coca-Cola passou e para constar;

Eu cheguei a tomar mais de 3 latinhas de Coca-Cola por dia, comprava garrava de litro e bebia feito aguá, chegava a tremer de vontade de Coca-Cola, era vicio mesmo e comprovadamente, Coca-Cola vicia assim como álcool, cigarro e outras drogas.

Uma vitória grandeee para mim.

Depois eu que virava a cara para arroz integral bem, hoje é o arroz que mais gosto, mais me deixa feliz e satisfeita e hoje eu vejo que quando como arroz branco sinto mais fome, mais vontade de comer e não me sinto bem, não é …como dizer isso,

Não me sinto bem comendo arroz branco, é como se a comida de fato pudesse mudar nosso estado emocional, humor, não é algo só para saciar a fome e nos manter vivos é mais do que isso.

Bela Gil estava certissima;

Existe uma diferença muito grande entre comer um cachorro quente e comer um peixe com legumes por exemplo.

Quando fechamos os olhos e degustamos a comida percebemos nitidamente a diferença, as sensações que causam e um cachorro quente te dá um bem estar que dura segundos, já uma comida saudável vai te trazer um bem estar duradouro,maior animo, disposição, felicidade até, me sinto feliz quando como arroz integral.

Foram muitas vitórias nesse processo além da mudança no cardápio que mudou bastante.

Antes eu não comia quase nada de legumes e hoje no meu prato inclui;

Abobrinha, Chuchu,berinjela,Jiló,Cenoura,Beterraba,Tomate(amor de uma vida) quiabo, vagem, nabo até(uma vez) rsss

14063508_175203082890834_890030382_n

Das vitórias além das alimentares…

O corpo mudando, as roupas ficando largas mas algumas em especial realmente me deixaram orgulhosa de mim mesma e ainda me emocionam,

Meu pé que torci duas vezes e o médico me disse que nunca mais ele voltaria ao normal que eu nem mesmo sapatilha poderia voltar a usar um dia do nada quis experimentar minha sapatilha rosa que quando colocava no pé tinha vontade de chorar de tanta dor que sentia(um dos ossos fica levantado) pois a sapatilha entrou e não doeu então eu corri para experimentar um sapato que tinha comprado e nunca usado porque meu pé estava inchado então apertava muito e qual não foi minha surpresa;

Quando coloquei ele no pé o sapato estava até folgado, senti pela primeira vez o calçado de verdade, tive vontade de chorar ali porque pensei de verdade que meu pé nunca mais ia desinchar mas ele voltou ao normal e pude usar meu sapato essa foi a maior vitória que tive,Deus sabe o quanto sofri com o pé, quanta dor, sofrimento, tratamento, fisioterapia mas teve resultados graças a reeducação alimentar.

As outras vitórias;

Usar blusa tamanho P e PP até, ouvir de mais de uma vendedora “Eu acho que seu tamanho é P” musica para os ouvidos né rsss.

Usar um sutiã de alças finas(nunca consegui usar isso na vida).

Pela primeira vez na vida tenho uma calça tamanho 42.

Eu nunca gostei de caminhar mas gostava de andar para passear sabe, andava longas distancias para ir onde eu queria( herança do meu avô que amava andar) .

Então quando eu não aguentava andar mais, ficava muito cansada, nem aguentava uma subida pequena me senti triste, claro, me senti o fracasso em pessoa e hoje?

Hoje aguento subida, escadaria facilmente , voltei a andar como antes e adoro me desafiar a andar mais e mais outro dia cismei de andar da estação Paraiso na Paulista até a Av Angélica no Shopping Patio Higienopolis só que fiz isso como? de sandália, aguentei andar de boa a única coisa que pegou mesmo foi as bolhas surgindo, foram 6 bolhas hahahaaa mesmo assim estou feliz por saber que posso andar o quanto eu queira(mas de tênis na próxima né).

O que me surpreende é que antes quando estava na escola não me achava bonita afinal, sempre fizeram questão de me dizer que eu era feia e gorda, sempre tinha alguém para dizer que eu estava meio gorda e, meu peso na época da escola curiosamente era 60 quilos sempre foi 60,63 sempre, nem me lembro se pesei menos na vida então, muitos faziam questão de falar que isso era ser gorda e eu cresci me achando gorda;

Não usava blusa regata, só babylook sabe? daquelas fechadas ainda, sutiãs com alças beeem largas e bege(vovó), nunca mostrava a barriga e meu cabelo? depois que mudou( sim,porque ele era liso e tenho provas) sempre deixava ele preso,repartido no meio hahahaa

Depois que parei a escola ganhei 20 quilos e mais depressão e então depois que emagreci junto mudei meu cabelo e hoje me sinto mais eu mesma a cada dia que passa sinto como se me redescobrisse sendo bem clichê.

O que aconteceu foi mais que uma reeducação alimentar, foi um aprendizado sobre mim mesma e agora tenho uma nova meta;

Pesar 56 quilos

Nunca pesei isso antes maaas agora faltam apenas 5 quilos e para quem já eliminou da sua vida 20 quilos o que são 5 né?

picmonkey-image

E esse ai é o antes e o depois, o que acham? mudei muito?

Pera, pensa que acabou?

Nãooo, agora estou com novo cardápio para me ajudar a eliminar mais esses 5 quilos, booora que vai ser um mês com sopa,sem arroz, suco verde e outros hahaa

TAG 1 Ano-Projeto Vai Um Café?

Em 31.10.2016  

birthday-child-girl-happy-favim-com-2318879

Esse ano eu encontrei um grupo que fiquei apaixonada no Facebook e chorei muito para entrar nele pois ele é secreto shiuuuuu!

E ele completa 1 aninho esse mês de Outubro eeee

o-birthday-party-facebook

Ele se chama Projeto Vai um Café?

Um grupo lindo feito para resgatar o amor na blogosfera, para nos ajudarmos, criarmos laços, amizades e muito mais.

Eu me apaixonei de cara pelo projeto, pela proposta e tinha que participar a cá estou cheia de orgulho por fazer parte dessa comemoração linda e, para comemorar a Bia criou uma TAG linda de viver para respondermos via texto ou vídeo, eu preferi texto então booora lá responder as perguntas todas.

1-Qual membro tu se identificou de cara?

Foi a Bia clarooo do blog Since85 um blog que me apaixonei logo que conheci e dai fui fuçar o Facebook da Bia claro né rss e me identifiquei totalmente e resultado, só amores.

2-Quem é o engraçado (de boas) e o mais bravo do grupo?

Essa vou ficar devendo não sei, de braveza as vezes acho a Bia meio brava hahahahaa de engraçada não sei, sou meio distraida demais nisso.

3-O que o projeto representa hoje pra você?

Amor, muito amor gente, representa a volta daquilo que era antes  a blogosfera, ter um blog pessoal sabe, escrever porque gosta e uma ajudar a outra, fazer amizades, compartilhar enfim, amor.

4-Um amigão(ona) que encontrou no Projeto?

Olha, eu sou do tipo que gosta de todo mundo, todo mundo é amigo então já viu maaas as que mais me identifiquei e gostei foram a Isa, as duas Bias, pera, tem 3 agora né? rsss e a Lari( não coloquei link desculpeeem)  elas que me aguentam mais e olha que posso encher o saco as vezes hahaaa

5-Quem dele te ensinou alguma coisa que vai levar pra sempre com você?

Acho que todos, o grupo em si me mostrou muita coisa boa sabe, me fez voltar a ter fé na humanidade entende? me fez voltar a gostar de postar no blog como antes, só tenho a agradecer a todos.

6-Quem você não é muito próximo mas gostaria de conhecer melhor?

Sei que vai soar meio falsa mas é sério…todas, eu queria conhecer todaaaas

7-Escolha 2 integrantes para dizer qual foi a primeira impressão e se estava certo.

Isabella CasLari Reis do blog Yellow Ever Shine.

Olha, a impressão que tive delas é que são pessoas muito do bem, legais, umas queridas e sim, estava certa ehehee

8-Quem do grupo você já teve a oportunidade de conversar pessoalmente?

Infelizmente, ninguém ainda mas tenho fé que ainda vou conhecer algumas muitas.

9-Como você falaria do projeto pra alguém?

“Se você está com saudades daqueles tempos antigos da blogosfera ou sente que os blogs de hoje parece faltar algo deveria conhecer esse grupo, ele se chama Projeto Vai um Café? e é um grupo que resgata o melhor da blogosfera, daqueles tempos que postavamos algo por amor, das tags, selinhos, ele vem resgatar e trazer de volta o amor na blogosfera e garanto, ele é cheinho de amor”.

Ufaaaa

É isso, espero que tenham gostado o tanto que eu gostei.

Bjs e até a próxima TAG.

Uma loja encantada

Em 14.10.2016  
 29052015-_mg_0215

 

Quem me vê ou conhece pode achar que sou consumista e muito materialista afinal, sou a louca das blusas é um vicio fazer o que quanto mais blusa melhor maas deixa eu me explicar;
Tudo o que eu uso para mim tem algum significado, cada roupa por exemplo, eu me imagino com ela, vejo toda a cena é como se ela carregasse uma energia e dependendo da roupa que eu usar vou me sentir bem, bonita e o dia vai ser mais alegre,
Branco por exemplo, amo branco até demais, não posso ver uma blusa branca, qualquer coisa branca e lá estou eu, já tive mais blusas brancas do que coloridas, o branco me atrai e tem um motivo…o arcanjo do meu signo é Gabriel, sua cor é branca e sim, tem um significado especial, falei sobre isso por aqui já, uma blusa colorida por exemplo uso para me sentir mais feliz e alegre, preto me faz sentir mais poderosa, me da mais energia, força sabe então mesmo roupa tem um significado especial para mim e os objetos acontece a mesma coisa, bijuteria e jóias ainda mais, gosto de usar algo que tenha um significado para mim, que tenha um motivo e por isso hoje vou falar a vocês sobre uma loja diferente e muito especial.
A Aiya é uma loja online que carrega um significado muito maior e bonito cujo o trabalho é feito por alguém que faz o que ama então tudo o que você vê lá, tudo o que compra vem carregado de boas energias e muito amor.
Pensa só fazer uma jóia cheia de energias boas, cheia de magia sim porque não? a Aiya é isso, magia pura.
E quem está por trás dessa loja?
Quem faz as jóias e bijuterias?
A Aline é a dona dessa loja e conheci ela pelo Facebook e quando vi o perfil dela me identifiquei de cara pensei “Tenho que conhecer” e quis falar sobre a loja, sobre ela porque acho importante, bonito que as pessoas conheçam trabalhos feitos com amor e dedicação e o tanto carinho que isso é passado para o objeto então tenha certeza que vai ter muito mais que um bem material, vai ter algo que é pura energia.
Aiya agora também faz jóias em prata e fiquei ainda mais encantada, pensei “Nossa, é perfeito, tudo o que precisava” e o melhor, os preços são ótimos e verdadeiros é algo acessível ou seja,fiquei maravilhada.

Mas ela também faz roupas, blusinhas lindas e além disso agora vende cristais então você ainda vai encontrar uma grande variedade em sua loja.
Das jóias que vi os anéis, brincos com pedras são alguns dos mais bonitos e encantadores, parece que estou olhando para a lua, uma galáxia sabe é diferente de qualquer outra jóia que tenha visto.

 Algumas imagens das jóias e bijuterias que ela faz:
Tem o brinco de acrílico que acho lindo esse desenho, o colar de meia lua que é lindo de morrer e o anel, esse anel triluna de prata que quero, to namorando e assim que der…eu queroo

picmonkey-collage

E da coleção cosmos eis algumas das que mais gosto e junto a foto de uma encomenda que a Aline fez para uma cliente de acordo com o que a própria cliente tinha visto em um sonho .

picmonkey-collage2

Faz um tempo já que eu queria  falar da loja mas não só da loja queria falar da dona da loja também então decidi fazer uma entrevista e, após conhecer mais um tantinho dela só fiquei ainda mais encantada e sei que vocês vão gostar também então vem comigo conhecer a Aline e sua loja encantada:

 Qual seu nome completo e idade?

12144780_10206320079853949_6168537514573366413_nMeu nome completo é Aline Figueira Boni e tenho 26 anos, pelo menos até dia 29 desse mês! rs

Onde mora?
Atualmente moro na cidade de Indaiatuba, interior de SP e sou completamente apaixonada por essa cidade.

Nasceu no mesmo lugar que mora hoje?
Não, nasci na capital, mas cresci na cidade de Cerquilho, que é uma cidade minúscula mais no interiorzão de são paulo.

Como surgiu a Aiya?
A Aiya surgiu na vontade de voltar a vender acessórios, mas numa pegada que eu gostasse mais. Conversando isso com meu marido (na época era só um namorado) é que surgiu a ideia e o nome também.

Eu sei que já contou sobre mas fale para nós, qual o significado do nome ?
Aiya significa “Abençoado Seja” em Quenya, língua poética dos elfos criada por Tolkien. É usada como uma saudação entre os elfos para que deseje bênçãos ao próximo.

Quando surgiu a ideia de criar a loja?
A ideia surgiu de uma compra que fiz em uma lojinha que nem lembro o nome. Eu comprei um broche super lindo e desde que chegou fiquei apaixonada, era diferente, parecia coisa antiga e comprei numa cor que combinou com uma echarpe minha, então imagina né?! Assim que chegou coloquei na echarpe e usei, mas já na primeira semana de uso o chaton que tinha descolou e se perdeu. Mandei mensagem para loja em todos os meios possíveis e sequer me responderam. Eu fiquei muito triste com a peça e com o tratamento. Eu tenho um lado empreendedor muito forte, sempre tive e desde os meus 19 tenho empresa e procuro empreender, juntou isso com a peça maravilhosa que foi porcamente feita reacendendo minha paixão por fazer acessórios que decidi: Quero voltar a criar e vender!
Mas junto com essa vontade eu entendi que eu tinha gostado daquele broche por que vi algo nele, era algo importante pra mim. E esse foi meu “click”.
Queria fazer peças especiais, que sejam ALGO, não só um acessório que seja usado e depois largado na gaveta, quero algo especial que as pessoas usem pq são apaixonadas pelo seu significado.
E assim a Aiya nasceu. No começo era só um hobby, como tinha outra empresa a Aiya era meu escape de criação manual. Meu primeiro investimento nela foi cerca de R$50,00 e ela não parou de crescer

Desde quando faz isso?
Eu monto acessórios desde muito nova, de verdade, um dos presentes de natal que ganhei da minha vózinha quando eu tinha 11/12 anos (por aí) foi aqueles kits de montar bijus que vendia na tv, aqueles lances bem anos 90 de disk 0800 e compre _________ (insira qlqr coisa aqui) rsrs. Por sinal tenho o alicate do kit até hj e é meu alicate da sorte <3 Logo em seguida minha vó viu que eu fiquei toda boba com o kit, ela me colocou em um curso de montagem de bijuteria que tinha no armarinho em Cerquilho. Aí eu comecei a fazer pra toda a família e até cheguei a vender para conhecidas. Depois desacelerei um pouco por conta do ensino médio, mas continuei fazendo pra mim e pras minhas amigas. Eu era ~da turminha de preto~ da cidade (hahaha) e fazia coleiras direto pra mim e para minhas amigas.
É engraçado que quando falo a quanto tempo mexo com acessórios para as pessoas, a maioria fica com maior cara de AH TA, SEI… rs

Como as peças são feitas, confeccionadas?
Algumas peças eu faço a montagem, como os chokers, colares de pedras… Mas o restante faço a confecção desde a fundição, derreto o metal /lamino/ moldo… Assim como as resinas, coloco em molde e faço o acabamento de forma manual.

Abaixo, algumas fotos dos materiais que são usados:

picmonkey-collage3

Alguém te ajuda?
Não, por isso fico constantemente atrapalhada, rs. Sempre priorizo o “fazer”, sempre coloco na frente as peças, tanto pra loja quanto as encomendas, acabo passando muito tempo nas bancadas e deixo a desejar com o atendimento. Mas tento levar numa boa, senão eu piro.
Meu marido me ajuda qdo pode, mas ele tem o trabalho dele e não fico forçando ele a “fazer hora extra” pra mim. Só quando não tem jeito mesmo, como nos eventos.
O que fazia antes da loja?
Antes da loja eu tinha uma Agência de Publicidade e Fotografia, mas a Aiya cresceu tanto que tive que escolher entre as duas.
Escolhi a que me dava mais tesão em trabalhar.
Se formou em algo? tinha outra profissão?
Sou formada em Design Gráfico e de Produto e tenho vários cursos em Desenho/Artes e Fotografia
(sim, pois é, agora que sabe minha formação imagina que eu faço o SITE e as FOTOS da loja também né? ACERTOU haha )
Nos eventos sempre te vemos vestida caracterizada, por que?
O que significa?
A Aiya carrega muito dessa temática fantástica e mitológica. É basicamente a alma da Aiya esses elementos. Eu sou parte dela e acho que devo me vestir como tal. Pra mim é como se eu estivesse me utilizando como mais uma forma de mostrar a Aiya, entende? Me sinto parte e complemento dela com esses trajes e fico muito feliz em mostrar a Aiya em mim também para os clientes.
Pensa em ter loja fisica um dia?
Penso sim, é o próximo passo. Era o plano para esse ano inclusive, mas tive que adiar por como nossa economia está.
Nos fale um pouco sobre a Aline, o que gosta, sua missão…
Bem.. sou bem nerdinha e amo tudo relacionado a esse mundo, tanto que conheci o marido em uma loja de anime! rs
Frequentemente estou soldando peças assistindo Once Upon a Time, Grey’s Anatomy, Cosmos ou outra série da Netflix. Também sou apaixonada por astrologia, mitologia, mundo fantástico, conto-de-fadas e pedras, tenho livros e mais livros sobre esses assuntos, além de consumir esses temas em outros meios de entretenimento, como jogos, filmes e etc. Ao contrário do que pensam, eu sou Budista e não Wicca. Sou extremamente criativa, meu cérebro não para um segundo, se começar a falar qualquer coisa que queira a solução meu cérebro já estará a mil antes que termine a frase.
Tem épocas que mal consigo dormir por isso e preciso fazer exercícios para relaxar, como montar quebra cabeça (geralmente é o que mais gosto). Já tive inclusive uma vez vontade de abrir uma “Agência de Ideias” rs (por ter meu lado empreendedor, já tive milhões de ideias para infinitas empresas rs)
Enfim, eu não sei bem se é uma missão, mas meu maior sonho de vida é poder um dia manter uma ONG para Animais com os lucros da Aiya. Eu costumo ajudar a Ong da cidade, além de resgatar gatinhos qdo cruzam meu caminho (tenho 3 gatos e por isso acabo resgatando somente gatinhos). Mas eu quero fazer mais, muito mais. E quero fazer por mim, sem depender de doações.
É por isso que luto todos os dias.
E conte mais sobre esse mundo mistico e os eventos.
Esse mundo místico é meio 8 ou 80 sabe? As pessoas reclamam que não tem marcas que fazem produtos pra eles mas já aconteceu umas duas vezes de vir gente me “intimar” de porque eu fiz esse ou aquele símbolo ou se eu sabia isso ou aquilo… rs Mas a maioria do pessoal é bacana e tem uma energia incrível. Eu amo fazer os eventos, geralmente passo por vários perrengues, sempre acontece algum imprevisto, mas AMO. Amo poder estar ali, na frente do cliente explicando o que é isso ou aquilo, AMO demais ver a carinha de alguns clientes se iluminarem quando conto a história por trás da peça.
O que pretende, quais os planos/projetos para a Aiya?
Bem a Aiya atualmente está passando por uma reestruturação, acredito que em breve eu já consiga mudar o site… Essa reestruturação é para regular e procurar diminuir a onda de cópia que vem atingindo a Aiya. Além de abrir espaço para produtos e linhas novas 🙂
Tirando isso, a loja física ainda está nos planos, mas talvez um showroom seja o foco do ano que vem.
Por fim, mande sua mensagem, fale porque comprar na Aiya.
Bem a importância mais real e humanitária é não só comprar na Aiya, mas comprar do pequeno, eu prego muito essa ideia sabe? Sempre que possível, comprar de quem você sabe que é apaixonado pelo que faz, ou comprar de uma empresa que tem um ideal como o seu… Eu acho esse debate completamente importante e que tem que ser colocado em prática. Quando vc compra de mim ou da sua vizinha, vc coloca comida em uma mesa, no meu caso ração pros meus gatinho (rs) e MUITA compra já financiou os resgates que faço. Já cheguei a gastar com exames e veterinário para gatinhos doentes e não pedi ajuda. Veio tudo da Aiya. Esse é o tipo de mudança que vc faz quando compra do pequeno, ou da empresa que tem um ideal sério. Empresas grandes também podem ser humanitárias, participar de ações, fazer doações, manter ongs… Quando possível escolha conscientemente…(eu sei que não é sempre que dá, tb acabo comprando muita coisa de empresa “duvidosa”).
Tirando essa parte geral.
Eu não faço somente acessórios, transformo contos de outros tempos, talimãs, amuletos, energias em adornos para sua ALMA.
Quando usa algo da Aiya, você não deixa somente seu corpo bonito, vc faz dele reflexo da sua alma.
A Aiya é pra quem usa aquilo que lhe toca a alma e pra mim, materializar uma peça é uma vocação quase que espiritual. 🙂

Quer conhecer mais a Aline e a Aiya?

Abaixo deixo os links para você se encantar como eu e conhecer mais desse mundo encantada da Aiya:

https://www.aiya.com.br

https://www.facebook.com/lojaaiya/

https://www.instagram.com/lojaaiya/

http://www.aiya.blog.br

 

E então, o que acharam?

Já conheciam a loja e a Aline?

O que acham de joias voltadas para esse mundo místico e magico ?

Usariam mesmo sendo de outra religião?

Me contem, eu estou curiosa aqui para saber.

Páginas123456789... 62»