The Rolling Stones

maxresdefault

Foi em 1998 há exatos 18 anos que vi o primeiro show dos Rolling Stones aqui em São Paulo, com a turnê Bridges to Babylon com abertura de Cassia Eller e participação de ninguém menos que Bob Dylan.

Essa que para mim foi a melhor turnê deles, o melhor show que já vi nada vida tendo um momento mais que perfeito, inesquecível quando os Rolling Stones saem do palco principal e vão para um palco menor no meio da pista e chamam Bob Dylan no palco e eu e minha irmã estavamos ali, quase do lado daquele palco e pudemos ver de bem perto Bob Dylan e Mick Jagger tocando Like a Rolling Stone.

A abertura foi Satisfaction quando surge o logo , uma língua de fora no meio da tela e surge a sombra de Kate Richards tocando os primeiros acordes da musica anunciando que esse seria um show que ficaria em nossa memória para sempre.

Não pude tirar foto de tais momentos infelizmente mas o show ficou guardado em minha memória e coração para sempre.

Essa foto é da turnê de 1998 no Rio porque não encontrei outra mesmo…

E depois de 18 anos eis que os Rolling Stones voltam a São Paulo e  não poderia perder e melhor ainda, ninguém menos que os Titãs fariam a abertura do show e conseguimos levar meus pais junto então fomos eu, minha irmã ( que foi quem nos deu esse presente) e meus pais.

DSCN3911

Chegamos lá ás 17:00, pegamos os ingressos e esperamos o show começar.

 

DSCN3905
Meus pais modernos
DSCN3912
Eu de bandana , não reparem no homem ao fundo…

DSCN3907

Chuva…muita chuva, choveu e choveu até durante o show dos Titãs mas a alegria de ver eles superou cada gota de chuva e o show ficou com gosto de quero mais.

DSCN3917

DSCN3927
Da pra ver que é o Branco Mello que está tocando né?

Por conta da Tickets For Fun(campeã de reclamações) os preços dos ingressos foi absurdo e ok, pagamos porque a vontade e saudade de ver Rolling Stones era maior e fizemos essa loucura mas, no show dos Titãs outra surpresa;

Os telões não foram ligados e eles não puderam usar toda a estrutura do palco mas, quando uma banda é boa e experiente nada disso tem importância e os Titãs fizeram um show mais do que inesquecível, deixou o publico chamando seu nome e pedindo mais , foi perfeito.

Depois dos Titãs tivemos uma hora e meia de espera até começar o show dos Rolling Stones, nesse meio tempo a chuva finalmente nos deu uma trégua e até a lua apareceu.

O show finalmente começa…

DSCN3935

Momentos memoráveis , quando Mick Jagger fala em português e ainda manda “beijinho no ombro”.

Kate Richards cantando blues e esse foi O momento do show.

Ron Wood sendo Ron Wood proporcionando momentos inesquecíveis com sua guitarra .

Enfim, perfeito, um show como sempre impecável e perfeito que por vezes nos deixava como que hipnotizados com um espetáculo incrível .

Fotos tiradas pela minha Nikon D810…

DSCN3937

DSCN3940

E um dos momentos mais memoraveis, quando o palco fica todo vermelho anunciando a musica Simpathy For The Devil…

DSCN3943-3

Essa foi a única foto que  consegui porque a Nikon deu defeito …

Apesar do tempo e imprevistos o show foi maravilhoso e mais uma vez memorável.

Minha irmã Juliana não aparece nas fotos mas agradeço muitooooo por ter nos dado esse presente.

E Titãs, o que falar, é talvez a melhor banda brasileira que temos e uma das poucas que continuam atuais, humildes e cantando cada vez melhor.

E mais uma vez os Rolling Stones se despediram e dessa vez a musica que abriu a turnê em 1998 foi a que fechou essa.

DSCN3945

A Turnê continua, o próximo show será no sábado, quem não foi ainda vale a pena pagar a mais para ver uma das maiores bandas de rock do mundo fazendo um espetáculo impecável ,Mick Jagger tem mais de 70 e ainda sim mostra que o rock não morreu e se depender dele e de sua banda não vai morrer tão cedo.

Deixo para vocês o vídeo da abertura da turnê de 1998 que é uma das melhores e maiores aberturas de turnês de todos os tempos.

Postado por Fernanda Maria

Macaquices

Hoje não vou ficar escrevendo nada, nem vou fazer um puta post não, esse post é de macaquices ops, de fotos algumas apenas mas que mostram como estava o clima lá no Horto Florestal e devo dizer que quem não foi e nem conhece está perdendo e perdeu várias macaquices dos macacos que ficaram por lá bagunçando…

As fotos foram tiradas com meu celular Moto G3 2015 sem efeitos,algumas delas com zoom então perdoe a falta de nitidez.

IMG_20151108_125512921

IMG_20151108_125638414

IMG_20151108_131612266

IMG_20151108_131701912

IMG_20151108_131927148

IMG_20151108_131943905

Eu sei, poucas fotos mas que mostram bem como esse lugar é lindo e como muda a cada dia e nos traz belas surpresas.

Beijos e até a próxima sessão de macaquices ops, fotos.

Postado por Fernanda Maria

Sakura-Hanami e o Festival das Cerejeiras

DSCN3802

Todos os anos tenho visto muitas fotos e comentários em torno deste festival, eu já o conhecia do Japão, pela lindas arvores de Cerejeiras a Sakura e fiquei curiosa em ver como seria aqui no Brasil até porque, nunca tinha visto uma Sakura ao vivo e a cores.

Mas o que é flor de cerejeira afinal e o que está fazendo aqui no Brasil?

DSCN3834

Flor de Cerejeira significa a beleza feminina e simboliza o amor, a felicidade, a renovação e a esperança.

É uma flor de origem asiática, conhecida como “Sakura”, a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades de cerejeiras.

No estado de São Paulo, apenas três variedades tiveram sucesso. São elas: Okinawa, Himalaia e Yukiwari.

O início da floração das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera. São aguardadas com ansiedade pelos japoneses, que organizam em todo o país diversas festividades em torno do “Hanami” (ato de contemplação das cerejeiras em flor que deixam a paisagem deslumbrante).

DSCN3817

Hanami (花見 lit. “contemplar as flores”) é costume tradicional japonês de contemplar a beleza das flores, sendo que “flor” neste caso quase sempre significa sakura ou umê Do fim de março ao começo de maio, o sakura floresce por todo o Japão,e por volta de primeiro de fevereiro na ilha de Okinawa.A previsão de florescimento (桜前線, sakurazensen, lit. frente de florescimento do sakura) é anunciada todo ano pela Agência Meteorológica do Japão e é observada cuidadosamente por aqueles que planejam fazer o hanami, visto que ela floresce por apenas uma ou duas semanas. No Japão moderno, o hanami consiste basicamente de realizar festas ao ar livre embaixo do sakura durante o dia ou a noite. O hanami à noite é chamado de (夜桜, yozakura?, lit. sakura noturno). Em muitos lugares, como o Parque Ueno,lanternas de papel temporárias são presas para realizar o yozakura. Na ilha de Okinawa, lanternas elétricas decorativas são presas nas árvores para o divertimento noturno, tias como nas árvores do Monte Yae, perto da cidade de Motobu, ou no Castelo Nakajin.

Uma forma mais antiga do hanami também existe no Japão, que é a contemplação do florescimento da ameixeira (梅 ume). Este tipo dehanami é popular entre as pessoas mais velhas, pois elas são mais calmas do que as festas do sakura, que normalmente envolvem pessoas mais jovens e podem às vezes ser lotadas e barulhentas.

Uma lenda conta que a palavra “Sakura” surgiu com a princesa Konohana Sakuya Hime, que caiu do céu perto do Monte Fuji, tendo se transformado nessa bonita flor. Também existe uma crença que o cultivo de arroz poderá ter originado a palavra, tendo em conta que “Kura” era o depósito onde esse alimento (visto por muitos japoneses como uma oferta divina) era guardado.

DSCN3835

Os samurais, os guerreiros japoneses, eram grandes apreciadores da flor de cerejeira. Desde aqueles tempos, passou a estar associada à efemeridade da existência humana e ao lema dos samurais: viver o presente sem medo. Assim, a flor de cerejeira está também associada ao código do samurai, o Bushido.

A cerejeira fica pouco tempo florida, por isso suas flores representam a fragilidade da vida, cuja maior lição é aproveitar intensamente cada momento, pois o tempo passa rápido e a vida é curta.

Linda história não é mesmo?

Eu sempre achei muito bonita a tradição das cerejeiras no Japão e o ato de contemplar elas, são lindas e frágeis flores que duram por pouco tempo.

E como elas vieram parar aqui?

As primeiras mudas de cerejeira foram trazidas para o Brasil na década de 1930. Em São Paulo, no Parque do Carmo, Zona Leste da cidade, quatro tipos se adaptaram ao nosso clima. A que mais tem é a yukiwari, que, em japonês, quer dizer “romper a neve”. Nome mais que perfeito para a despedida do inverno japonês. Já no nosso inverno tropical, não tem neve para dizermos adeus. Mas nada diminui o encanto desse momento.

Então fui no Parque do Carmo.

Para chegar peguei um ônibus até o terminal de Santana e lá peguei o metrô até a estação Corinthians Itaquera, lá tem agora uma nova linha de ônibus que te leva direto para o parque, é pago uma taxa de R$3,50.

Também pode descendo na estação Corinthians Itaquera ir a pé pois o parque é perto dali o que alias eu deveria ter feito já que a fila para entrar no ônibus era imensa, do tipo que dava voltas mesmo, demorei meia hora até conseguir entrar no ônibus.

Já no parque claro, tinha muita gente, fui a tarde mas pelo que me disseram de manhã estava cheio também, notei muitas, muitas pessoas fotografando as Sakuras freneticamente e só fotografavam,faziam selfie para em seguida postar, poucas realmente aproveitaram a beleza dessas belas arvores;

Outra coisa que notei e fiquei muito triste foi que, apesar de estarem distribuindo várias mudas de Cerejeiras as pessoas estavam arrancando galhos das arvores, sim, arrancando, não pegando flores que caiam, elas arrancavam apenas para se exibir, uma ou outra colocaram no cabelo para tirar fora e em seguida jogar no chão, achei muito triste isso.

A Sakura demora a florescer e quando floresce suas flores duram pouco tempo para ainda vir pessoas e arrancar suas flores sem qualquer respeito.

Bem, tirando o tumulto, o excesso de pessoas tirando fotos achei muito lindo as Sakuras, suas flores são de uma beleza que impressiona e nos faz querer realmente as contemplar e admirar sua beleza.

O parque estava cheio, tinha musica, dança e comidas várias, cheguei mais a tarde quando as comidas já estavam acabando alias.

Tinha pessoas fazendo piquenique ou simplesmente sentadas na grama para ver o por-do-sol, o Parque em si é bonito e tem bastante verde é um ótimo lugar para ficar simplesmente contemplando e admirando a natureza.

Claro que eu também tirei várias fotos, é difícil não fotografar as Sakuras, tão belas flores que são, é um encantamento, uma beleza que realmente nos fascina.

Abaixo mais algumas fotos;

PS:Todas as fotos contidas nesse post são de minha autoria.

DSCN3788

 

DSCN3813

 

DSCN3815

 

 

DSCN3818

 

DSCN3858

 

DSCN3864

 

DSCN3865

 

DSCN3866

Dentre todas as fotos que tirei selecionei as mais bonitas, as que mais pudessem expressar a beleza dessas flores que encantam e fascinam.

E vocês, já conheciam? já foram na festa das Cerejeiras? o que acharam?

 

Postado por Fernanda Maria