Revolução capilar

Eu já queria falar sobre esse assunto só que não sabia muito bem como mas eis que a Agridoce Cereja me deu uma ideia ótima;

Falar sobre meu tipo de cabelo, falar sobre os problemas de quem tem um cabelo ondulado que fica entre o nada e algumas ondas mal feitas hahaa

Para entender, vejam o vídeo que ela fez.

Eu não sabia mas existem vários tipos de cabelo e vários tipos de ondulados e cacheados, não é impressionante ? 

Então vem comigo ver os vários tipos de cabelo e sua classificação:

Tipo 1: Cabelos Lisos

Lisos, da raiz até as pontas, geralmente é muito sedoso porque a oleosidade natural chega até as pontas sem nenhuma dificuldade, mas nem por isso dispensa uma boa hidratação.
1A: O famoso escorrido que não segura nada. É fino e tem muito brilho, costuma ser oleoso, pesar com facilidade e ser grudado na cabeça.
1B: Esse aí já tem um certo volume e é um pouco mais encorpado. Consegue segurar babyliss, mas um fixador sempre é bem vindo. Também pode pesar com facilidade.
1C: Os fios costumam ser bem grossos, bem oleosos e difíceis de modelar. É o tipo de cabelo mais comum entre orientais.

Tipo 2: Cabelos Ondulados

Os ondulados formam mechas em S, ondas mesmo. A raiz é mais lisa e tem tendência ao frizz.
2A: Os fios formam ondas bem suaves e é muito fácil de modelar. Não tem muito volume e também pode pesar fácil.
2B: Esse tipo tende a ter mais frizz e as ondas em um formato de S perfeito. Não é tão fácil de ser modelado.
2C: Já formam leves cachos e tem mais volume, a raiz é mais volumosa que os outros tipos e não modela tão fácil.

Tipo 3: Cabelos Cacheados

Cachos super definidos parecendo molinhas. É ressecado naturalmente, pois a oleosidade não chega as pontas por conta de seu formato. Não devem ser penteados secos, pois são bem finos e quebram com facilidade.
3A: Tem um cacho largo e que parece feito por babyliss. Consegue segurar bem uma escova e o fio é fino, que pode pesar fácil.
3B: Os cachos são mais apertados, definidos e com volume, não é nada fácil de escovar (eu que o diga!).
3C: Tem os cachos bem fechadinhos e ficam bem grudados uns aos outros. São bem finos e não dispensam cuidados.

Tipo 4: Cabelos Crespos:

Também conhecidos como afros, são muito frágeis e finos, adoram uma boa Nutrição. São definidos até molhados.
4A: Os cachos são muuuito estreitinhos e fechados, finos e naturalmente ressecados. Adoram um bom óleo.
4B: Tem formato de zigue zague e não são tão definidos mas tem um volume lindo.
4B: O black power maravilhoso. Não são definidos, tem um super volume e são secos por natureza.

Ok, vendo isso e o vídeo da Agridoce descobri que o meu tipo é o 2A que um dia foi o 1C juroo hahaha

Esse tipo de cabelo o 2A é uma droga na boa, passei a vida sofrendo com o cabelo, nada ficava bom.

Teve a época que só prendia ele, teve a época que ele era liso(delicia) e teve outra que era india quando minha avó colocava um tijela redonda na minha cabeça e cortava e teve a época(vergonhosa) que o cabelo parecia uma vassoura e eu ainda usava aquelas tiaras lindas de veludo sabe e pink ainda porque eu era dessas e depois ainda teve a época do cabelo Chitão e Chororó minha nossa que vergonha alheia hahahaa.

Depois resolvi assumir os cachos e enrolava o cabelo nos dedos, mas me enchi porque começaram a me chamar de caixinhos dourados, dai fiquei prendendo ele e ainda dividia o cabelo no meio vejam só; 

Vejam a linha do tempo capilar:

 

Eu quando era uma índia só que não.

 

Prova de que um dia meu cabelo foi liso, olha só que lindeza.

Preparem-se, abaixo imagens fortes, se você tiver problema no coração não veja, você vai se chocar agora…

 

Pior fase da vida, cabelo horrível, estilo sertanejo dentes para frente a única coisa que salva é o Gatão quando ainda era filhote e meigo hahaha
Ainda bem que está borrada assim tenho a ilusão de que não era tão ruim assim…
Atenção ao moletom.
Os cachos, eu achava que era cacheada mas enrolava cada fio no dedo…e vejam o Bingo na foto, o gato que mais amava colo no mundo…ele exigia alias.

Foram anos de sofrimento e tentativas de me aceitar, de gostar do meu cabelo enquanto via outras meninas de cabelo liso, sedosos e bonitos, outras com cabelos cacheados lindos.

Tentei de tudo, cremes, shampoos, finalizadores, escovas e nada ajudava, presilhas, tiaras, faixas aaa sim as faixas, teve uma época que eu achava bonito por um lenço na cabeça e amarrar de lado, achava lindo sabe tanto que até tirei foto para o RG assim e assim está até hoje.

Foram anos com dente pra frente, aparelho e depois ainda engordei então pensem na auto estima da pessoa como fica.

Depois finalmente veio a chapinha…não é legal óbvio e quis parar e então tosei a juba e cá estou com o cabelo curtinho e feliz e na boa, me achando mais bonita hoje do que quando era mais jovem.

Finalmente eu me sentindo eu, fala sério, uma gata né.

E vocês, qual é o seu tipo de cabelo? Como cuida dele? Como foi sua vida capilar? Me conta.

Postado por Fernanda Maria

As vozes a minha volta…

Por muito tempo eu deixei me levar por aquelas vozes me dizendo que eu não ia dar certo, que eu não iria conseguir;
Tem que fazer assim, tem que fazer dessa forma,
Pareciam torcer contra mim.
Me deixei levar, me deixei guiar por essas vozes;
Tentei ser como queriam, tentei me encaixar, tentei ser a filha que queriam, a irmã que queriam, a amiga que queriam mas não deu certo.
Ouve tempos sombrios onde me senti culpada, onde me senti mal por não ser como queriam, por não corresponder as expectativas e até poder causar dor por isso;
Achei que tinha que me formar, ter um emprego, ter dinheiro, que deveria namorar, ter amigos, ser uma pessoa como os outros dizem que tem que ser.
Essas vozes ecoaram na minha cabeça por muito tempo;
Perdi muito tempo, me deixei levar, ainda hoje é difícil, as vezes ouço essas vozes e me deixo abater mas;
Sempre teve uma outra voz dentro de mim que sempre me empurrou para frente, que sempre me disse para persistir, não desistir mesmo que tudo e todos estejam contra;
Essa voz sempre me mostrou quem eu sou por mais que eu fugisse e essa voz sempre quis fazer que eu deixasse minha luz brilhar;
Inconsciente ou consciente, essas vozes temem essa luz, temem o diferente e ainda hoje insistem para que eu deixe de ser quem eu sou e me torne o que elas querem porque para elas é o certo mas,
Essa outra voz continuou falando comigo, continuou me ajudando a levantar a cada queda e nos piores momentos onde muitas vezes eu quase desisti essa voz falou mais alto, me consolou, me pôs para dormir, enxugou minhas lágrimas,
Essa voz venceu, ainda luto contra as outras vozes mas aceitei quem eu sou e decidi lutar por mim mesma e viver para ser feliz ao invés de viver para ser o que os outros querem;
Eu quebro a cara, caio, sofro mas já sabia que não seria um caminho fácil mas mesmo assim é esse caminho que vou seguir;
Seguir meu coração, ser quem eu sou mesmo que outros digam ser errado, fazer minha luz brilhar em meio a escuridão é esse o meu destino e meu único caminho;
Como vai ser não sei, só sei que nunca amais vou desistir, essa voz, aquela que me gritou alto e forte para que eu não desistisse estava certa e agradeço por ouvir ela ao invés das outras vozes…
As vezes é difícil, existem e sempre vai existir vozes que lhe dirão pra desistir, que está errada, para não ir por esse caminho;
Mesmo que fique difícil, quase impossível esse caminhar, lembre-se daquela voz que lhe diz para não desistir de ser quem você e verdadeiramente porque no final, no meio, no inicio, vai valer a pena.

Postado por Fernanda Maria

Um Jardim no meio da cidade

Foi no final de 2016 que decidi ir conhecer uma floricultura perto daqui;

O que me chamou a atenção é que parecia uma chácara , tinha muito verde e era linda e então óbvio, quis conhecer e fui com meus pais.

A Floricultura fica na Vila Maria, zona norte de São Paulo e ela é realmente linda, não da vontade de sair de lá e alias, quem entrava ficava um bom tempo por lá viu.

Tem bancos para sentar, atendentes super atenciosos e simpáticos que oferecem aguá e café, verde e flores por todos os cantos mas, se você quer comprar flores lá não é o lugar.

Lá se vendem mudas, mudas de todos os tipo de plantas e flores mas, são mudas então não espere flores só suas folhas ainda jovens e novas;

Tem mudas de morango, amora, hortelã, jasmim, todos os tipos de mudas que quiser e imaginar tem lá e sim, tem suculentas e cactos mas não muitos, porém , os que vi lá são lindos de morrer.

O mais importante:

Lá você encontra profissionais que entendem realmente de plantas e flores e que me ajudaram muito tirando minhas duvidas e agradeço demais, fiquei feliz de verdade por ter encontrado pessoas assim.

Para pegar as mudas eles tem até um suporte feito de papelão mesmo com buracos para você ir pondo suas mudas e acredite, você não vai conseguir levar só uma muda.

Levamos um Alecrim que está florindo já lindo de morrer, hortelã óbviooo , uma suculenta porque to viciada em suculenta e outros.

Mais algumas fotos abaixo do lugar…desculpem, não tirei fotos da estufa.

O bom de morar em casa é poder montar seu jardim mesmo em vasos, ir aprendendo e se alegrando quando eles crescem é uma delicia.

Para quem quiser visitar o lugar o nome é Sabor da Fazenda, eles ainda ministram cursos por lá e a cá o Facebook deles:

https://www.facebook.com/viveirosabordefazenda

E vocês, onde costumam comprar suas plantinhas e suculentas?

Eu ainda estou procurando mais suculentas, ainda não fiquei satisfeita o bastante, próxima parada vai ser o shopping das plantas no Tatuapé, me aguardem.

As fotos foram tiradas com o celular Moto G3 sem filtros.

Postado por Fernanda Maria