Jardinagem

Desde que nos mudamos de um apartamento pequeno para um sobrado um pouco maior nos animamos a ter mais plantas…lá no apartamento era uma ou duas porque não tinha espaço.

De lá para cá tive acho que umas duas ou três azaleias que não vingaram, morreram e despedaçou meu coração (drama queen) mas, fiquei realmente muito triste porque eu amo azaleia e nunca consegui fazer nenhuma viver ou seja, matadora de azaleia hahahaaa

Então desisti e fiquei triste pensando que definitivamente não levo jeito para cuidar de plantas.

Mas depois de um tempo isso começou a mudar;

Lembro de ter ouvido falar de Lavanda muitas vezes mas nunca a via pessoalmente,o perfume de Lavanda por si só já é algo que eu gosto e tenho na minha vida e sempre ia na floricultura e nunca tinha nenhuma muda de Lavanda com flor para eu ver.

Um dia eu fiz um ritual ensinado num grupo Wicca porque sou Bruxa então sim, frequento grupos assim mas voltando ao ritual;

Ele é bem simples, você o faz na chamada Lua Negra e o que é Lua Negra Fernanda?

Lua Negra é a segunda Lua Nova que ocorre em um mesmo mês simples assim.

Bem, o ritual, você se apresenta, depois pede um sinal e aguarda a resposta, é um resumão mas se você quiser conhecer o ritual e o fazer tá aqui o link lindão http://oficinadasbruxas.com/deusa-mae-e-o-deus-pai/ .

Fiz esse ritual e após isso eu descobri que minha Deusa Mãe é Aine a Rainha das Fadas, sim, isso mesmo que você leu, a Rainha das Fadas e sim, eu acredito em fadas e duendes e gnomos, em todos os elementais da Natureza.

Depois que descobri minha deusa mãe fiquei com uma obsessão louca por Lavanda, eu tinha que ter Lavanda de todo jeito e um belo dia passando pela Floricultura eu vi lá ela lindona com flores e não tive duvidas, levei e fim.

Depois disso algo mudou totalmente dentro de mim, me apaixonei pela Lavanda, foi uma conexão imediata só que mais que isso, de-repente me vi querendo cuidar de todas as plantas e o que senti e sinto não sei explicar é algo bom, poderoso e calmo ao mesmo tempo mas, e a matadora de plantas?

Agora estou aprendendo a cuidar das plantas e da Lavanda, pesquiso em grupos  no Facebook, busco ajuda sempre e no caminho sim, algumas morrem, suculentas principalmente, essas tem sido meu maior desafio e olha…se tiver suculenta pode saber que você vai ficar viciada é fato não tem como fugir é amor e paixão imediatos.

Uma coisa que aprendi:

Suculenta não é fácil de cuidar, demanda tempo, cuidados e dedicação, cada uma é diferente e tem suas necessidades e sim, elas precisam de sol mas sem exageros, vai pondo elas aos poucos, deixe elas se adaptarem porque se não elas podem ter queimaduras do sol e, fungos, fungos são rotineiros aind amais quando somos iniciantes e não sabemos bem a quantidade de aguá certa, fungos podem aparecer devido a umidade, muita aguá, falta de sol e etc e as vezes, mesmo com todos os cuidados ele pode aparecer, perdi algumas suculentas assim.

Vasos de suculentas nem sempre precisam de muita aguá mas precisam de uma boa drenagem porque se não a suculenta pode se afogar, quase perdi uma assim e o que fiz foi tirar ela da terra, lavei as raizes, tirei toda a terra(que estava encharcada) e plantei de novo e alguns amigos do grupo do facebook me indicaram que não a molhasse por 15 dias e estou seguindo…sei que podemos querer molhar, ficar com dó mas não molhe, dê tempo pra ela, acredite e fale com suas suculentas e plantas(elas gostam de verdade).

Mini cactos não precisam necessariamente de sol, eles se adaptam bem a luminosidade, tenho 4 na janela que estão felizes da vida.

Outras coisas que venho aprendendo é como plantar, replantar e claro que muito também é intuitivo, tem que seguir sua intuição, não adianta ir apenas pelo que falam, tem que fazer o que seu coração manda mas sim, procuro seguir dicas, ideias, ler e pesquisar bastante, procuro quem entenda também e assim vou.

Essa é a que estava cheia de manchas marrons, parecia podre mas era fungo então tirei tudo o que estava marrom e só ficou isso, agora é aguardar …A do vaso amarelo quadrado replantei no vaso maior hoje mesmo

Temos uma linda Espada de São Jorge junto com o que? uma pimenteira, isso mesmo, pimenteira, dizem que as duas não se bicam mas uma coisa a saber é que;

A pimenteira quando veio, estava morrendo e a Espada de São Jorge foi atacada por bicho, então quando foi replantada ambas no mesmo vaso, elas voltaram a vida e não param de crescer e até o momento estão se dando bem obrigada.

PS: A pimenteira teve várias folhas murchas e secas, li que isso acontece após ela dar frutos e o ideal é retirar e replantar ela além de tirar folhas e flores secas..replantar eu não mas o resto já fiz.Só não a deixe no sol o dia todo, ela não gosta….

Quando conhecemos a Sabor de Fazenda nos empolgamos que até compramos Alecrim rasteiro, Tomilho e Erva Doce além do lindo e cheiroso Hortelã …mas ainda penso em montar uma mini horta com eles juntos ou pelo menos a maioria.

ATUALIZAÇÃO:

Tomilho cresceu bem está se espalhando que só obrigada  😉 

Fora isso temos uma flor que dá buques lindos de flores amarelas…acho ela impressionante, ela estava morrendo, quase morreu mas renasceu, cresceu e deu muitas flores e então foi atacada por bichos e novamente ficou mal e depois cresceu de novo dando lindos buques de flores.

Seus galhos são firmes, duros, folhas bem verdes, terra mais seca e ela pede muita aguá e sim, ama sol, aguenta chuva, na verdade, ela aguenta de um tudo, fico impressionada com ela.

Temos ainda uma floreira com mais flores que dão buques coloridos, tem uma suculenta que era linda e agora está que dá tristeza de ver mas replantei e estou rezando para que ela fique bem,

Ela parece estar indo bem mas tem uma parte meio marrom que me preocupa… E as manchas brancas, eram queimaduras de sol, tenho esperança de que ela fique bem.

ATUALIZAÇÃO:

Minha suculenta ficou bem e abriu toda, o broto dela está crescendo, ela está cada vez mais linda e logo vou ter que trocar ela de vaso de novo…

E quando meu pai nos deu mais suculentas decidi criar um jardim para elas…e fiz um jardim de fadas, ele ainda está em crescimento, sendo mudado e adaptado e achei finalmente minha rosa de pedra, também coloquei junto um trevo de 3 folhas e vou cuidando, e observando mais do que tudo.No outono as regas já ficam menores , geralmente só espirro aguá, elas realmente parecem gostar disso.

ATUALIZANDO:

Vejam como está hoje o mini jardim…uma das suculentas cresceu que vou ter que podar e replantar do lado mesmo…

E esse é o nosso jardim, nossas plantas;

A natureza é impressionante, quando pensamos que algo está perdido ela vai lá e mostra que não é assim, que há esperança e vida ainda mesmo quando pensamos que já acabou.

PS: Sabe quando as suculentas apresentam manchas? as minhas apareceram umas manchinhas meio claras e as vezes escureciam e eu achando que era algum bicho, fungo mas não,é queimadura de sol, vejam bem como é em close e quando aparece algo assim deixem menos tempo suas suculentas no sol, as minhas estão só uma horinha mas mesmo assim queimaram então vou deixar menos tempo.

Suculentas filhotes são frágeis e precisam de maiores cuidados, tem que cuidar e olhar diariamente e aprendi isso num post de um blog lindooo que conheci, to encantada alias, foi nesse blog que entendi que manchas eram aquelas….aaaa se eu soubesse antes, teria poupado a vida de muitas suculentas,essas manchas da foto são de queimadura de sol e também pode apresentar manchas esbranquiçadas.

Tenho aprendido a observar, fico observando as plantas e como elas crescem, do que precisam…

O tomilho quase morreu, então mediquei ele e ele ressurgiu, lindo, crescendo …tá grande que vou ter que replantar ele veja só.

E minha linha de frente…

Um Fungicida que combate o Oidio e Mancha negra, apliquei em uma das plantas e consegui salvar.
Segundo o rótulo diz que é calda de fumo pronta a base de corda de fumo, álcool, sabão neutro e água, é liquido e sem cheiro.

Ainda faltam alguns produtos básicos mas aos poucos eu vou comprando e aplicando…aaaa sim, tem o Fertilizante, ele serve para evitar ataques de bichos além de fortalecer as plantas e deixar elas bonitas, comprei esse que serve para tanto para mudas quanto para plantas adultas.

O mundo da magia se funde com o da natureza porque ambos são complementos, são um só, a natureza é magica, é viva, ela nos mostra e nos ensina como amor e cuidado podem operar milagres e como acrescentar um pouco de encanto a vida pode ser tão mais belo e trazer alegria.

Eu hoje me sinto mais em paz, sou feliz de ter a Lavanda, tenho certeza de que ela veio por um motivo.

Por enquanto vou cuidando do nosso jardim.

PS:

A Lavanda foi mudada de vaso, achei que ia perder ela,não sabia o que ela tinha só via as folhas ficarem murchas e cairem, ou ficavam amareladas,fiquei preocupada,triste,desesperada hahaha mas enfim descobri que era algo simples…falta de aguá, é, falta de aguá, isso mesmo, por isso tinha folhas verdes de mais e fui cuidando,regando todos os dias e acompanhando e eis como ela está agora,cheia,crescendo, linda , ela é o começo, o motivo de tudo.

 
 

Postado por Fernanda Maria

Festival das Lanternas

Esse sábado foi marcado pelos blocos de carnaval mas também pelas festividades que marcam o final das festividades do ano novo Chinês.

Não entendeu? eu explico:

“O Festival das Lanternas, (Yuánxiāojié), como é chamado em chinês é uma das cinco festas tradicionais mais importantes na China.

Ele acontece sempre no 15º dia do primeiro mês do calendário lunar que é a primeira lua cheia do ano.

Ele marca o retorno da primavera e o reencontro das famílias e marca o fim das festividades do Ano Novo Chinês.

O nome em si é importante, pois se relaciona com o primeiro mês do ano, ‘yuan’, e com uma palavra chinesa antiga para noite, ‘xiao’. 

Diz-se que, o primeiro imperador a unificar a China, Qin Shihuang, instituiu cerimônias elaboradas neste dia auspicioso para adorar Tai Yi, o Deus dos Céus para receber bênçãos e graça divina no AnoNovo. Mais tarde, em 104 a.C., Han Wudi tornou o evento uma celebração oficial, com uma cerimônia que durava até o dia seguinte. Outras lendas sugerem que lanternas vermelhas e brilhantes foram criadas e eram exibidas para lograr os deuses para fazê-los acreditar que uma aldeia que fora alvo da ira divina já estava em chamas e não havia necessidade de ser destruída.”

Aqui no Brasil o Ano Novo Chinês é comemorado á mais de dois séculos desde que os primeiros imigrantes desembarcaram no Rio de Janeiro com auxílio da coroa portuguesa para introduzir a cultura do chá na agricultura nacional e nesse sábado  teve o Festival das Lanternas que marca o fim das festividades do Ano Novo Chinês e esse ano é o ano do Galo(meu ano obrigada).

Também existe o Festival das Luzes que acontece na Tailândia;

O Yi Peng é um evento espiritual em homenagem a Buddha, onde para os budistas o festival é um momento para reflexão e para se livrar da negatividade liberando as lanternas em direção ao céu.O festival é comemorado em toda a Tailândia onde se coloca na aguá pequenos recipientes luminosos em forma de flor de lótus para trazer sorte e realizar seus desejos , em outros lugares porém em vez das embarcações na aguá as pessoas soltam lanternas no ar criando um lindo efeito, em ambos os casos é um momento único e belíssimo que vale a pena ver.

Foto da internet ilustrando bem como é o Festival das Luzes na Tailândia.

No ano passado a festa que marca o fim das festividades do ano novo Chinês aconteceu da Praça Roosevelt mas esse ano foi transferida para a Av Paulista.

O festival teve danças típicas, os famosos dragões, escritas chinesas bem como podia-se fazer pequenas lanternas chinesas de papel e ter seu nome escrito em chinês além de claro ter seus pedidos para pendurar em uma arvore ou levar consigo para casa.

A festa foi linda e animada;

Alguns momentos que marcaram foram claro, os dragões que logo no inicio do festival como já é tradição saem e dão a volta pelo quarteirão com tambores chineses.

Depois o publico foi animado com musica e dança chinesa que contagia facilmente a todos, difícil ficar parada…

Depois teve as apresentações;

Tivemos lutas de artes marciais, musicas chinesas e uma amostra belíssima do violino chinês bem curta mas linda.

E também tivemos apresentações do Tai Chi Chiuan só que numa versão com leques que foi simplesmente linda e também uma linda dança tradicional da china com mulheres vestidas em vestidos florais e a sombrinha chinesa fazendo movimentos delicados e bonitos, uma apresentação linda de se ver.

A festa foi encerrada com mais outras apresentações e a noite terminou com as lanternas e as estrelas no céu.

Foi realmente um bom dia onde fazemos novos desejos e renovamos nossa fé de que um novo ano se inicia e de que esse será melhor do que o outro.

Fiz meus pedidos e escrevi meu nome em Chinês acreditando que esse ano vai ser especial e magico.

Postado por Fernanda Maria

Revolução capilar

Eu já queria falar sobre esse assunto só que não sabia muito bem como mas eis que a Agridoce Cereja me deu uma ideia ótima;

Falar sobre meu tipo de cabelo, falar sobre os problemas de quem tem um cabelo ondulado que fica entre o nada e algumas ondas mal feitas hahaa

Para entender, vejam o vídeo que ela fez.

Eu não sabia mas existem vários tipos de cabelo e vários tipos de ondulados e cacheados, não é impressionante ? 

Então vem comigo ver os vários tipos de cabelo e sua classificação:

Tipo 1: Cabelos Lisos

Lisos, da raiz até as pontas, geralmente é muito sedoso porque a oleosidade natural chega até as pontas sem nenhuma dificuldade, mas nem por isso dispensa uma boa hidratação.
1A: O famoso escorrido que não segura nada. É fino e tem muito brilho, costuma ser oleoso, pesar com facilidade e ser grudado na cabeça.
1B: Esse aí já tem um certo volume e é um pouco mais encorpado. Consegue segurar babyliss, mas um fixador sempre é bem vindo. Também pode pesar com facilidade.
1C: Os fios costumam ser bem grossos, bem oleosos e difíceis de modelar. É o tipo de cabelo mais comum entre orientais.

Tipo 2: Cabelos Ondulados

Os ondulados formam mechas em S, ondas mesmo. A raiz é mais lisa e tem tendência ao frizz.
2A: Os fios formam ondas bem suaves e é muito fácil de modelar. Não tem muito volume e também pode pesar fácil.
2B: Esse tipo tende a ter mais frizz e as ondas em um formato de S perfeito. Não é tão fácil de ser modelado.
2C: Já formam leves cachos e tem mais volume, a raiz é mais volumosa que os outros tipos e não modela tão fácil.

Tipo 3: Cabelos Cacheados

Cachos super definidos parecendo molinhas. É ressecado naturalmente, pois a oleosidade não chega as pontas por conta de seu formato. Não devem ser penteados secos, pois são bem finos e quebram com facilidade.
3A: Tem um cacho largo e que parece feito por babyliss. Consegue segurar bem uma escova e o fio é fino, que pode pesar fácil.
3B: Os cachos são mais apertados, definidos e com volume, não é nada fácil de escovar (eu que o diga!).
3C: Tem os cachos bem fechadinhos e ficam bem grudados uns aos outros. São bem finos e não dispensam cuidados.

Tipo 4: Cabelos Crespos:

Também conhecidos como afros, são muito frágeis e finos, adoram uma boa Nutrição. São definidos até molhados.
4A: Os cachos são muuuito estreitinhos e fechados, finos e naturalmente ressecados. Adoram um bom óleo.
4B: Tem formato de zigue zague e não são tão definidos mas tem um volume lindo.
4B: O black power maravilhoso. Não são definidos, tem um super volume e são secos por natureza.

Ok, vendo isso e o vídeo da Agridoce descobri que o meu tipo é o 2A que um dia foi o 1C juroo hahaha

Esse tipo de cabelo o 2A é uma droga na boa, passei a vida sofrendo com o cabelo, nada ficava bom.

Teve a época que só prendia ele, teve a época que ele era liso(delicia) e teve outra que era india quando minha avó colocava um tijela redonda na minha cabeça e cortava e teve a época(vergonhosa) que o cabelo parecia uma vassoura e eu ainda usava aquelas tiaras lindas de veludo sabe e pink ainda porque eu era dessas e depois ainda teve a época do cabelo Chitão e Chororó minha nossa que vergonha alheia hahahaa.

Depois resolvi assumir os cachos e enrolava o cabelo nos dedos, mas me enchi porque começaram a me chamar de caixinhos dourados, dai fiquei prendendo ele e ainda dividia o cabelo no meio vejam só; 

Vejam a linha do tempo capilar:

 

Eu quando era uma índia só que não.

 

Prova de que um dia meu cabelo foi liso, olha só que lindeza.

Preparem-se, abaixo imagens fortes, se você tiver problema no coração não veja, você vai se chocar agora…

 

Pior fase da vida, cabelo horrível, estilo sertanejo dentes para frente a única coisa que salva é o Gatão quando ainda era filhote e meigo hahaha
Ainda bem que está borrada assim tenho a ilusão de que não era tão ruim assim…
Atenção ao moletom.
Os cachos, eu achava que era cacheada mas enrolava cada fio no dedo…e vejam o Bingo na foto, o gato que mais amava colo no mundo…ele exigia alias.

Foram anos de sofrimento e tentativas de me aceitar, de gostar do meu cabelo enquanto via outras meninas de cabelo liso, sedosos e bonitos, outras com cabelos cacheados lindos.

Tentei de tudo, cremes, shampoos, finalizadores, escovas e nada ajudava, presilhas, tiaras, faixas aaa sim as faixas, teve uma época que eu achava bonito por um lenço na cabeça e amarrar de lado, achava lindo sabe tanto que até tirei foto para o RG assim e assim está até hoje.

Foram anos com dente pra frente, aparelho e depois ainda engordei então pensem na auto estima da pessoa como fica.

Depois finalmente veio a chapinha…não é legal óbvio e quis parar e então tosei a juba e cá estou com o cabelo curtinho e feliz e na boa, me achando mais bonita hoje do que quando era mais jovem.

Finalmente eu me sentindo eu, fala sério, uma gata né.

E vocês, qual é o seu tipo de cabelo? Como cuida dele? Como foi sua vida capilar? Me conta.

Postado por Fernanda Maria