As Várias Versões de Mim

Ao longo de nossos caminhos conforme a vida vai se mostrando a nós,
Nós vamos mudando, mostrando mil facetas de nós mesmas sendo tudo e nada ao mesmo tempo.
E eu? bem…
Já fui tudo e nada,
De louca a tímida,
De falativa a calada,
Da calmaria ao sangue fervendo…
Fui fada,
Fui anjo,
Fui bruxa,
Fui diabo,
Fui santa, ops, nem tanto…
Vivi muitas coisas, muitos caminhos eu trilhei,
Fui só,
Tive amigos,
Tive anjos humanos como amigos,
Cheguei a pensar que nunca mudei, que sempre fui assim, imutável.
Mas eu mudei várias vezes,
Fui feliz,
Fui triste,
Fui amor,
Fui raiva,
Aprendi a me conhecer como as fases da lua e mudei junto com ela e me aceitei assim.
Já fui louca,
Já fui doce,
Já fui normal também.
Quis coisas normais, uma vida comum, emprego qualquer, amigos talvez, um namorado mas isso não me basta.
Tenho aversão a coisas comuns e banais.
Não sei ser superficial, todo sentimento do mundo cabe em mim.
Então eu sou fúria, raiva, dor e tristeza, amor, alegria e calmaria tudo ao mesmo tempo.
Eu já fingi não ser eu mesma e acredite, doeu,
Já fui outra,
Já fui até popular até.
Mas hoje decidi ser eu mesma,
Ainda tenho varias faces e terei muitas, sou mutável,
Mudo como as fases da lua.
Eu sou Bruxa e sou o que eu quiser ser;
Tenho olhos de luar e cabelos cobertos de estrelas,
Me cubro com o manto da noite e de dia sou luz e o sorriso é o sol.
Sou natureza,
Sou a força oculta na tristeza.
Sou la luta, batalhadora.
Eu tenho várias faces, várias fases e gosto de mudar,
Não quero me limitar em uma só sabendo que posso ser tanto;
Eu quero mais,
Quero o que os outros não podem ver,
Quero o impossível,
Quero aquilo que dizem que eu não posso ter.
Então já fui a apaixonada e hoje eu sou a que ama.
Amo amar e vivo assim, sem saber medir sentimentos e palavras vivendo intensamente,
Rindo, chorando, vivendo enfim.
Eu já fui aquela que não queria viver, que não via sentido em continuar viva,
Hoje;
Eu sou aquela que teima em viver, aquela que a vida chama e por mais que tudo esteja ruim, uma força diz “Vem, viva mais um dia”.
E a vida se fez flor e a flor se fez amor em prosa.
E hoje eu sou vida enfim.

 
 

 

Postado por Fernanda Maria

Por que/ Para quem eu escrevo?

Eeeeee que legal, mais um post do grupo Projeto Vai Um Café? da Blogagem Coletiva e esse é especial,é o primeirão do ano e o tema é o mar lindo de viver então vem comigo.

Por que e Para quem eu escrevo?

Esse tema pode ser curto, longo, extenso e sendo eu né…calma, prometo não fazer um livro aqui.

Em Março o blog comemora 9 anos de existência, isso mesmo, 9 anos é muita coisa e óbvio, ele não emplacou lá muito maaas ele é minha paixão, meu maior orgulho.

Eu busco de alguma forma tocar as pessoas, tocar seu coração, mostrar o que vejo e sinto, mostrar quem eu sou.
Meu blog é onde desabafo, onde posso me mostrar sem medo é onde encontro um pouco de paz e um tanto de alegria.
Sempre amei escrever, eu tive já 4 cadernos de poesias e costuma escrever tanto que as pessoas diziam que eu deveria publicar os poemas, fazer um livro;
Mas um dia num impulso eu joguei tudo fora, me arrependo muito disso até hoje, queria poder voltar no tempo e ainda ter meus cadernos mas, aconteceu assim e talvez tenha sido bom porque foi assim que comecei a escrever numa tela de computador.
Comecei querendo fazer um diario virtual, quando o Blogger era mesmo apenas um diario virtual e me lembro dos selinhos que funcionava assim:
Tinha selo de Blog mais amigavel, Blog mais bonito, Blog mais popular(nunca ganhei esse todos chora) e tinha outros tantos que quando uma comentasse no blog da outra ajudava outra a ganhar o selo, era uma ajuda mutua mesmo e os selinhos eram feios mas eu adorava colecionar eles me diverti muito nessa fase.
Depois teve as TAGS e essas ainda hoje existem graças aos Deuses porque amo responder TAGS e nisso uma indica outra, indica outros blogs para responder e assim acabamos por conhecer outros blogs, outras pessoas.
E veio o boom das Blogueiras né e hoje temos Blogueiras profissionais mas eu sou apenas alguém que ama de todo coração escrever e compartilhar o que sente com o mundo.
Eu sinto tudo em triplo então eu sinto essa necessidade de mostrar ao mundo o que eu sinto, como eu vejo o mundo e as pessoas e o quanto é especial e ao mesmo tempo desafiador e por vezes triste.
Eu escrevo para mim e para os outros então;
Não busco sucesso nem aplausos mas busco compartilhar, discutir, debater, conhecer novas pessoas.
E se ao menos uma pessoa comentar no meu blog fico feliz já, feliz por alguém ter gostado do que escrevi ali, feliz por alguém ter visto.
Hoje também descobri mais uma paixão;
Fotografar, faço isso pouco mas quando tiro fotos me sinto mais realizada juntando o ato de escrever com o ato de mostrar em imagens aquilo que estou sentindo.

Porque eu gosto de compartilhar coisas que acho importante que contam sobre minha vida mas que são importantes para as pessoas verem e saberem e um exemplo disso foi meu post sobre Bullying, eu pude falar disso porque vivi isso então só falo de um tema que eu tenha vivido como o post sobre Distimia, um tipo severo de depressão, meu tipo e aquele post sobre amor, sobre amigos, coisas que vivi e que quis compartilhar com os outros.

Recentemente eu comecei a me redescobrir;

Faz algum tempo que perdi a fé, fiquei muito triste, revoltada, me sentindo só e foi ai que comecei a me voltar para dentro de mim mesma e a parar de fugir daquilo que eu sou e que me fazia falta,

A magia sempre esteve presente dentro de mim e a minha volta, eu fugi, neguei, falei que era bobagem, que era tudo ilusão ou fuga mas a fuga era eu fugindo de quem eu sou.

Eu sou Bruxa, sempre o fui, nasci assim é um fato e ainda busco entender isso e aos poucos eu quero compartilhar esse novo mundo com vocês, falando sobre ele, como é, como tudo tem evoluido, é algo especial enfim que quero compartilhar.

Então eu posso afirmar que eu escrevo para mim e para os outros;

Um dia eu li não sei onde uma frase que era mais ou menos assim:

“Se eu puder tocar ao menos uma pessoa através de minhas palavras então terá valido a pena”.

É assim que me sinto…

Meu blog é minha extensão, é quem eu sou e as vezes sinto que com ele eu posso tocar as pessoas de alguma forma e na verdade, no fundo eu quero isso, poder tocar as pessoas, fazer a diferença, ajudar por meio e através de minhas palavras porque é o que sei fazer, é o que eu amo e quem sabe, se uma pessoa tiver sido tocada então tudo terá valido a pena.

PS: Cabe aqui uma edição?

Li agora no blog da Pri e me lembrei de algo importante, muito importante alias nesse processo todo;

Eu sou muito tímida, sempre fui, passei por vários traumas, sofri muito bullying e tive medo das pessoas por muito tempo, melhorei, conheci verdadeiros anjos que me ajudaram e me emprestaram sua amizade e carinho por um tempo mas continuo a ser tímida e aprendi que isso não é um defeito, que é quem eu sou e como eu sou e então que escrever me ajuda muito nisso, escrever me possibilita por para fora tudo o que sinto e não consigo falar, me ajuda a desabafar quando não tem um ombro para chorar e então que, escrevo para poder ser eu mesma, para poder por meus sentimentos, o que eu sinto em algo, mesmo que seja numa tela de computador. É isso, uma pequena edição que achei interessante falar agora no final.

Postado por Fernanda Maria

Postagem Coletiva e Projeto Fotográfico especial Natal

Cartão da troca de cartões do grupo Projeto Vai um Café? que recebi da linda Lari Reis

Eu ia fazer um post especial de Natal sobre os ônibus iluminados,era para juntar com dois posts do grupo “Projeto Vai Um Café?” um era o Projeto Fotográfico “Luzes de natal,decoração e etc…” o outro era a Postagem Coletiva de Dezembro e óbvio que um dos temas era “Como é seu Natal ou Um Natal Inesquecível” pois é;
Hoje é dia 24 e nada saiu como o esperado mas acho isso bom se quer saber, porque as vezes o inesperado é melhor do que o que foi organizado e planejado.
Bem,
Esse ano foi tumultuado e cheio de problemas não apenas para mim mas para todos mas teve momentos alegres, boas surpresas e momentos que certamente nunca vou esquecer;
Esse ano eu voltei a ser mais quem eu sou, ainda estou no processo mas sei que agora estou no caminho certo, o de seguir minha intuição e ser quem eu sou seja lá o que isso queira dizer então me assumi para mim e para o mundo como Bruxa porque essa é quem eu sou mas também não deixei de acreditar nas coisas em que acredito ao contrario, acredito ainda mais…
Gosto de ir na igreja perto de casa, ela me traz uma certa paz,
Acredito em anjos mas isso, desde que nasci então né;
Ainda acredito em Jesus e Maria, é fato que eles existiram e acredito que a existência deles foi e é muito especial e importante seja de qual for a religião a que eles pertençam .
Acredito em deuses e deusas mas estranhamente tenho mais facilidade em acreditar em fadas e duendes é mais natural a mim…deuses e deusas acredito e até os invoco e converso mas não gosto de rezar a eles, sei lá, acho que falta de costume…
Já tenho minha vassoura de bruxa e meu pentagrama de prata.
E esse ano conheci pessoas que a muito tempo eu quis conhecer e vou dizer que adoraria te-las comigo sempre mas, elas sempre vão estar comigo no meu coração porque as conhecer e as ter como amigas isso sim é alegria, são pessoas especiais e queridas demais e acho que todo mundo ia as querer como amigas.

As lindas da Renata do blog Mulher Vitrola que finalmente desvirtualizei e conheci e a Erika que não conhecia mas amei demais conhecer.
Eu com a Rê e a Bia Lombardi do Incendeie seu Gênio Criativo que nem sabia que ia conhecer ela e, eu queria, feliz é pouco.
Eu com a linda da Zilah Rodrigues do Toda Coisinha que queria conhecer muito,muito mesmo e a Ju Amorin do Ju Amora que faz os banquinhos mais lindos do mundo.

Teve bons encontros, teve eu emagrecendo mais…teve filme, cinema, teve eu no evento da Motorola e que alegria que foi estar lá, me senti importante óoo
Passeei sozinha e me diverti sim senhor…
Tirei fotos, conheci Monte Verde eeee e assim foi indo o ano.
E com o Natal se aproximando fui eu ver a decoração de Natal do shopping Higienopolis( o shopping que mais gosto) fica lá na Av Angélica mas não fiz isso da forma tradicional não, eu fui andando da estação Paraíso a pé até a Av Angélica no shopping…mas fui de sandália e ganhei bolhas mas valeu a pena.


Depois vieram os ônibus iluminados e já que não fui no comboio tive uma grata surpresa ao chegar no metrô Santana na zona norte de SP ouvi uma musica e lá estavam eles, dois ônibus iluminados grandes com o Papai e a Mamãe Noel e todo mundo tirando foto com eles claro.


E se pensam que acabou não, não acabou…
Fico feliz em dizer que esse grupo lindo do Projeto Vai um Café tivemos trocas de cartões e recebi dois já lindos e mandei vários porque sou dessas, mas 5 dos que mandei voltaram então tive que mandar de novo ufaaa foi uma correria, cartão simples mas foi de coração e com muito carinho.
E amanhã é oficialmente Natal,
O que vamos fazer nele? como comemorar?
Bem, vamos estar com a família, trocar presentes mas também lembrar do que importa, do amor, da alegria, de união, família, não importa onde estejamos, em que parte do mundo cada um esteja, vamos estar juntos sempre na alma e no coração, pois somos todos um, não estamos só, nunca.
Desejo a todos um Feliz Natal e um belo e lindo 2017.

Postado por Fernanda Maria